Hoje vamos falar sobre o que é Branding Pessoal e para que ele serve? Por Carolina Massiere.

Primeiramente, o que é Brandig Pessoal?

Branding pessoal é uma estratégia que você pode usar para se posicionar da melhor forma publicamente e influenciar pessoas a respeito de um assunto.

É levar em consideração diferentes aspectos do seu ser e ter a intenção de comunicá-los de forma assertiva atraindo pessoas que se identificam e são influenciadas por você.

Primeiramente usado para uma melhor consolidação e gestão das marcas de uma empresa. Porém, hoje com a digitalização do mundo, todos nós passamos a ter a necessidade de nos posicionarmos da melhor forma por aqui, e esta ferramenta pode servir como um grande aliado.

Agora já sabemos o que é Branding Pessoal, mas para que serve?

1. Criar uma percepção pública sobre você

Muito além do “logotipo” e da “identidade visual” da sua marca, o objetivo do Branding Pessoal é alcançar uma percepção, uma experiência única, na mente dos consumidores da marca.

2. Influenciar pessoas através do seu posicionamento e conteúdo

No Digital, seja entre pequenos negócios, médio ou grandes, indiferente do nicho de atuação, investir no posicionamento e conteúdo, alinhados com a mensagem que a marca quer passar, cada vez mais tem se tornado imprescindível.

3. Consolidar à respeito de um assunto

É importante avaliar para qual caminho deseja seguir, qual mensagem deseja passar? É um processo de auto-análise, comece pela essência da marca, pelos principais atributos. Depois procure definir em poucas palavras o seu diferencial.

4. Gerar credibilidade e um potencial de impacto social

“Produtos são feitos nas fábricas, mas marcas são construídas na mente”. Walter Landor.

5. Se diferenciar diante da multidão

Em um mercado onde a concorrência está cada vez maior e mais acirrada, é necessário saber se diferenciar para se firmar em seu mercado. O Branding tem papel fundamental para essa solidez. Pois é através dele que o consumidor desenvolve a sensação de familiaridade com a marca. E esse sentimento é fundamental para a fidelização da marca.

Concluindo

Definitivamente o que eu mais gosto no Branding é que ele é uma ferramenta que provoca uma maior consciência a respeito de você mesmo. Dessa forma, através dele é possível valorizar quem você é, em nome do seu objetivo. Afinal quando temos clareza e confiança a respeito de nós mesmos conseguimos agarrar nossos objetivos com paixão e determinação.

Logo o processo de Branding Pessoal ou de criar a sua marca pessoal envolve um mergulho na sua singularidade para então comunica-la publicamente. Portanto, após tantos aprendizados que tivemos enquanto sociedade na pandemia, buscar um significado maior e termos consciência do que estamos comunicando é imprescindível.

Em conclusão, as pessoas buscam sentido, experiências e não apenas produtos. Concorda?

Você também pode gostar de ler:

Seja a protagonistas da sua vida!

Tudo em você comunica – Carolina Massiere

Reinventar-se!